Archive for junho \19\UTC 2009

Cidadão de Três Pátrias

f,19 ,2009

Roberto Antonio de  Fortini era apenas uma criança quando veio com a família, em 1949, para o Brasil. Mas lembra, ainda com o filtro dos treze anos, dos horrores que a pacata comuna de Sarcedo, no remoto interior da Itália enfrentou com a destruição provocada pela segunda guerra mundial. Mais do que isso, guarda com precioso cuidado os efeitos negativos do fascismo e do nazismo na vida, na cultura e, principalmente, na alma do povo. Vem daí a sua inabalável fé na democracia e nos princípios socialistas da esquerda. Por isso, era apenas natural a sua adesão aos movimentos sociais que combateram a ditadura durante os anos de chumbo, que começaram no Brasil em 1964. Com o advento do AI-5, em 1968, ainda em Passo Fundo, Rio Grande do Sul, aderiu à Vanguarda Popular Revolucionária(VPR), grupo guerrilheiro de extrema esquerda, e caiu na clandestinidade. E aí, passou a enfrentar os sacrifícios exigidos para pavimentar a busca do sonho. Não havia outro jeito. A eterna busca por um futuro melhor, afinal, teria mesmo que passar pela luta armada.DSC_0299 (more…)

Filmaço!

f,9 ,2009

MEU IRMÃO É FILHO ÚNICO((Mio fratello è figlio unico, Itália/ França, 2007)

Este, certamente, é um filme a ser descoberto. Misturando comédia e drama bem ao estilo neo-realista do pós guerra, o diretor traça um painel dos conflitos ideológicos dos anos 60/70 através da convivência entre dois irmãos, sua família e seus relacionamentos. Ousado, rebelde e cheio de opinião, o jovem Acio funciona como fio condutor da história. Optando pelo fascismo em meio a uma família de comunistas, ele faz do confronto um estilo de vida. Para complicar ainda mais, se apaixona pela namorada do irmão, a bela Francesca. Imperdível!

Diretor: Daniele Luchetti

Elenco: Elio Germano, Riccardo Scamarcio, Angela Finocchiaro.

Roteiro: Daniele Luchetti, Sandro Petraglia, Stefano Rulli, baseado em livro de Antonio Pennacchi

Meu irmão é filho único